Matérias
16
Fev

Dúvidas e Curiosidades sobre Cachorros

Avalie este item
(1 Voto)

Dúvidas e mais dúvidas sobre o seu amigo canino?

Porque meu cão cava buracos?
Há algumas sugestões para enfrentar o problema: coloque fezes do animal, cascas de laranja ou pedras grandes e retas dentro dos buracos, assim você desencoraja o comportamento.
Se o cão estiver enterrando brinquedos ou ossos, guarde-os assim que ele parar de brincar oui roer. O maior motivo para cavar - e para todos os comportamentos obssessivos compulsivos - é o tédio e a falta de exercícios físicos, além dos estímulos mentais, em quantidade suficiente.
Dedique mais tempo ao seu pet e faça-o gastar mais energia em passeios, treinamentos de obediência (sempre com o dono) e outras atividades que exijam exercícios físicos e mentais.
Porque ele enterra ossos?
Enterrar ossos era um costume dos ancestrais dos cachorros que conhecemos hoje, pois a caça podia ser maior do que a fome, mas também podia ser escassa. Enterrar os alimentos é um hábito ancestral que não só estocava o alimento, mas também conservava, além de evitar que outros animais os consumissem.
Mesmo com alimentação regular e em boa quantidade, alguns cachorros ainda trazem o hábito de seus ancestrais e enterram seus alimentos.
Fica com o focinho molhado?
O olfato é o sentido mais importante para os cachorros, e por meio do seu faro apurado, o cachorro consegue identificar pessoas, perceber cheiros que estão bem distantes, e até mapear os locais, conseguindo se orientar inclusive em lugares totalmente desconhecidos para ele. Isso acontece, porque no interior do nariz dos cachorros existem receptores específicos chamados de protéicos,  que são células muito sensíveis aos odores, e se localizam na mucosa nasal, e ao perceberem e sentirem os odores, são responsáveis por identificá-los.
Essas células também estão presentes em outros animais, inclusive nos seres humanos, mas existem em muito maior quantidade no nariz dos cachorros.
Existem inclusive cachorros treinados, que são utilizados como farejadores, e que auxiliam os policiais a identificarem drogas, substâncias proibidas e prejudiciais a saúde. Em lugares difíceis de serem encontradas, como malas e armários fechados, e também no trabalho de busca e salvamento de pessoas em escombros de desabamentos, enchentes ou acidentes automobilísticos.
O trabalho realizado por estes cachorros, somente é possível graças ao seu complexo, sofisticado, e evoluído sistema olfativo. E o nariz dos cachorros, são normalmente úmidos porque eles não possuem glândulas sudoríparas como os seres humanos.
O nariz seco ou quente, é indício de problemas de saúde, como infecções por bactérias ou viroses. Estas patologias deixam o nariz do cachorro seco e com a temperatura alta, e doenças como cinomose também podem ser caracterizadas pelo nariz ressecado.
O focinho úmido e gelado nos cachorros é sinal de saúde e o que mantém o focinho do cachorro sempre frio e molhado, é o fato de que esses animais regulam a sua temperatura corporal, ou seja, o grau ou perda de calor do corpo, por meio da respiração, pois os cachorros estão sempre respirando com a boca aberta e a língua para fora.
Caso os cachorros não apresentem características normais, deve-se procurar o veterinário, pois estes sintomas podem sinalizar a ocorrência de uma doença grave.
Porque os cachorros uivam?
O uivo de um cachorro não é sinal de mau agouro ou de mau presságio, conforme a sabedoria popular já afirmou, mas sim um comportamento herdado dos ancestrais selvagens, os lobos. O uivo é uma forma de comunicação usada pelos cachorros, que quando uivam, atingem um timbre mais alto, podendo ser ouvidos mais longe. Em um lugar com muitos cães, o uivo pode servir para avisar outros cães que não estejam nos arredores a respeito de algum intruso. Os cães uivam para tentar se comunicar quando não há contato visual entre eles.
Alguns cachorros têm tendência para uivar quando são deixados sozinhos durante algum tempo. Assim, eles uivam na esperança de chamar os seus donos, que são os elementos da sua matilha. Muitas vezes ao ouvirem outros cachorros na vizinhança, são estimulados a uivar também. O uivo pode ser também uma forma de expressar excitação e alegria, como é o caso dos cachorros que uivam quando ouvem música. Algumas raças são mais propensas ao uivo, como o husky siberiano, samoieda e malamute do alaska.
Porque meu cachorro pula nas pessoas?
Quando o cão é um filhotinho ele se sente atraído pelas partes do seu corpo que exalam mais cheiro e tende a pular em seu rosto, que possui cheiros e odores de alimentos, mesmo que você não os sinta.
Os cachorros conhecem o mundo pelo olfato e querem te conhecer pelas partes do seu corpo que exalam mais odores.
Alguns cachorros pulam por ansiedade ou quando estão tentando chamar a atenção do seu dono. Este comportamento não deve ser estimulado e você deve fazer carinho no animal, mas sempre falando para ele não pular.
Chame a atenção dele com determinação, mas sem gritar ou assustá-lo.
Se o comportamento não for corrigido desde cedo, será sempre mais difícil mudá-lo depois. Então não fique com pena por ele ser apenas um filhotinho, pois é bastante incômodo ter um cachorro pulando em você, principalmente se você estiver com suas roupas limpas, indo para o trabalho ou pronto para sair e ele estiver com as patas enlameadas.
Se ele insistir no comportamento, você não deve desistir e outras medidas podem ser adotadas:
1 - Tente virar de costas ao perceber que ele vai pular.
2 - Entre em casa sem fazer alvoroço e nunca deixe-o mais excitado gritando, dando berrinhos ou fazendo festa excessiva.
3 - E principalmente NUNCA seja violento com o seu pet, não empurre, nem evite-o com o joelho. Seja direto, fale com ele de forma incisiva, mas sem agressividade. Aos poucos ele entenderá que não precisa pular para que você lhe dê atenção!
Porque meu cão está perdendo pelo?
Existem 2 causas mais comuns para a queda dos pelos:
1 - Fisiológica - é natural e costuma ocorrer em 2 épocas do ano, no verão e no inverno, onde eles trocam o tipo de pelo. No verão o pelo cai e nasce um pelo mais fino e em menor quantidade. Já no inverno a pelagem costuma ficar mais grossa e mais abundante, para a proteção natural contra o frio. Isso varia conforme a região e a temperatura do ambiente onde o cão vive.
2 - Dermatopatias - Doenças que normalmente afetam a pele e o pelo. O animal deve ser levado ao veterinário, para que a causa seja rapidamente identificada e ele seja medicado.
Diferenciar os dois tipos é bastante simples já que na queda fisiológica o pelo cai, mas a pelagem continua volumosa e normal e nas dermatopatias o pelo normalmente apresenta falhas (buracos), o pelo fica fosco pode mudar de tonalidade e a pele costuma apresentar feridas.
Algumas vezes a queda de pelagem também pode estar sendo causada por uma alimentação errada ou alergia a um determinado tipo de ração.
Escove-o com uma certa frequência, isso fará com que o pelo fique brilhante e saudável.
Leve sempre seu pet ao veterinário, para que isso tudo possa ser determinado e evitado, se for o caso.
Porque meu Pet soluça?
Soluçar é comum tanto em humanos quanto em cachorros ou gatos.
O soluço nada mais é do que uma contração do diafragma que faz com que a respiração aconteça em um ritmo fora do comum. Episódios assim são mais comuns de acontecer com animais filhotes, assim como nos bebês.
Animais extremamente cansados ou estressados também podem ter pequenas crises de soluço.
Crises de soluço que não passam de forma alguma, podem indicar algum outro tipo de problema e apenas o veterinário poderá identificar o problema.
Muitas vezes eles soluçam porque:
1 - Estão muito excitados;
2 - Comeram ou beberam água muito rápido.
Espere o soluço desaparecer sozinho.
Em casos mais demorados onde você sente que seu animal está ficando incomodado e aflito, tente destraí-lo com alguma brincadeira, mas nada que o deixe mais excitado.
Fique calmo, pois a sua preocupação irá aumentar a ansiedade do animal, fazendo com que o soluço demore mais a passar.
Porque meu cão está comendo terra?
1 - Ele pode estar recebendo uma dieta deficiente em nutrientes (falta de ferro ou cálcio);
2 - Ter um distúrbio comportamental;
3 - Estar com parasitas;
4 - Seu organismo pode estar com dificuldades de absorver nutrientes (distúrbio do sistema digestivo).
É mais comum que esse comportamento seja observado em filhotes que ainda não foram vermifugados ou estejam com deficiência de ferro ou cálcio, mas também pode aparecer em cães adultos.
Mesmo que seja de ordem comportamental, é necessário que seu Pet passe por uma avaliação do médico veterinário, pois na maioria das vezes as causas são mais ligadas a problemas de alimentação e/ou parasitas.
Porque meu cachorro não late?
Na minha opinião, adoro cães que não latem, ou que latem pouco, pois isso pode se tornar um comportamento bastante desagradável e incômodo para você e para os seus vizinhos.
Muitas vezes os cães latem por se sentirem ameaçados, amedrontados e/ou abandonados. Se o seu cão não late pode ser apenas porque ele não sente medo, nem ameaça, nem abandono, o que é uma grande conquista sua e das pessoas que convivem com o animal.
Obviamente que se o cão não emite nenhum som, será necessário procurar um veterinário para que ele avalie as cordas vocais do animal.

Lido 1921 vezes
Mais nesta categoria: « Cachorros e Humanos
Entre para postar comentários