Medicamentos

Prediderm Anti-inflamatório Comprimidos 5 mg e 20 mg

Publicado em Medicamentos
Avalie este item
(9 votos)

Indicado para cães com patologias de caráter inflamatório.

Prediderm Comprimidos é um anti-inflamatório esteroide à base de prednisolona para cães. A prednisolona é um glicocorticoide que apresenta maior potência antiinflamatória (de 3 a 5 vezes mais potente do que o cortisol) e menor efeito mineralocorticoide (50% menos atividade mineralocorticoide do que o cortisol), o que resulta em menor retenção de sódio e água pelo organismo do animal, minimizando o risco de efeitos colaterais, como edema e hipertensão, comuns em terapias com esteroides.

Informações adicionais

  • Indicação: Cachorros
  • Marca: Ourofino
  • Tamanho: 5 mg / 20 mg - caixas com 10 comprimidos
  • Composição:

     

    Prediderm 5 mg contém em cada comprimido:

    Prednisolona ............. 5,00 mg
    Excipiente q.s.p. ..... 200,00 mg

    Prediderm 20 mg contém em cada comprimido:

    Prednisolona..............20,00 mg
    Excipiente q.s.p. ......200,00 mg

  • Modo de Usar:


    O efeito terapêutico satisfatório de Prediderm, assim como com outros corticosteroides, ocorre com a individualização da dosagem de acordo com a gravidade da doença, duração prevista para o tratamento e resposta individual do animal à terapia.

    A terapia com Prediderm deve ser iniciada com uma dose mais alta que é mantida até que se consiga a resposta terapêutica desejada, o que normalmente ocorre num período de 2 a 7 dias na maioria das patologias. Tão logo uma resposta clínica satisfatória tenha sido obtida, a dose diária deve ser reduzida gradualmente para a finalização do tratamento, nos casos de doenças agudas. Nos casos de doenças crônicas, reduz-se gradativamente a dose inicial até uma mínima dose efetiva de manutenção.

    A dose de manutenção deve ser ajustada periodicamente de acordo com o estado do seu pet mas sempre com orientação de um veterinário.

  • Contra-indicações:

     

    Não administrar em fêmeas gestantes e em lactação. Não administrar em animais com infecções fúngicas.
    A eliminação dos corticosteroides pode ser prejudicada na presença de hepatopatias.

    Como a terapia com corticosteroides pode ocasionar uma leve retenção de sódio e água, o primeiro sinal de uma superdosagem de corticoide (isto é, aumento de peso corporal pela retenção de fluidos), não é um índice seguro de interpretação de superdosagem. Em Precauções: consequência disto, a dose recomendada não deve ser excedida e os animais submetidos à terapia com prednisolona devem estar sob constante supervisão veterinária.
    Os corticosteroides devem ser usados o mais criteriosamente possível em animais com doenças infecciosas, úlceras de córnea, hemorragias e/ou perfurações gastrintestinais, pancreatites, enteropatias, doenças renais, cardiopatias, diabetes mellitus ou animais em fase de crescimento. 

Lido 33270 vezes

+ Medicamentos