Saúde
03
Mar

Alergias em Gatos

Avalie este item
(0 votos)

Gatos podem sofrem de vários tipos de alergias. 

Um gato alérgico, geralmente possui mais de uma alergia.  As alergias dos gatos possuem causas semelhantes as dos que ocorrem em humanos. 

Alergia respiratória
Pode ser causada por partículas em suspensão, como pólen, que irrita as vias aéreas e os pulmões.
Também podem ser causadas por: fumaça, fumaça de cigarro, purificadores de ambiente em aerossol, perfumes e outros odores intensos.
Este tipo de alergia pode causar descamação, pústulas, ou áreas ulceradas na pele, associadas aos sintomas asmáticos.
O teste para alergia respiratória é feito com teste intradérmico.
Também se faz uso de biópsia, em casos mais complexos.
O tratamento se faz com anti-histamínicos e os casos mais severos com corticosteróides, que pode ter efeitos colaterais.
Nunca dê medicamento ao seu Pet sem conhecimento do veterinário, pois eles podem agravar os sintomas e causar fortes reações no animal, principalmente se ele for alérgico!
Alergias de contato
Elas podem aparecer quando o gato tem contato prolongado com alguma substância que não suporta.
Podem ser:
Plantas, especialmente as de folhas oleosas, produtos para limpar tapetes e carpetes, madeira, poeira doméstica, jornal, comedouros plásticos (acne felina), lã, alguns tecidos sintéticos, entre outros.
Sinais da alergia:
Dermatite, mudanças na pigmentação da pele ou erupções. Elas aparecem com mais frequência no queixo, orelhas, dobras de pele, abdômen, sob as unhas, axilas e ao redor do ânus.
Alergia à drogas e medicamentos
Alguns gatos podem apresentar alergias a certos medicamentos como antibióticos e anestesia.
Medicamentos que podem causar erupções de pele: penicilina, tetraciclina, neomicina, vacina para panleucopenia.
Cada droga causa sintomas diferentes, e os sintomas mudam de gato para gato.
Anti-histamínicos ou corticosteróides são usados para eliminação dos sintomas de alergia, após a parada do uso da droga.
Nunca dê medicamento ao seu Pet sem conhecimento do veterinário, pois eles podem agravar os sintomas e causar fortes reações no animal, principalmente se ele for alérgico!
Alergia à pulga
Uma das mais comuns, costuma se agravar com o envelhecimento do animal.
Mantenha o seu gato sempre limpo com os produtos indicados pelo veterinário e em caso de aparecimento de pulgas, leve-o ao veterinário.
Não use produtos sem o conhecimento do veterinário, pois isto poderá agravar os sintomas!
Alergia à comida
Alergias à comidas são bastante comuns, ocorrendo em até 10% das causas de alergias.
Ela costuma se manifestar através de dermatite intensa e coceira, mas em alguns casos pode ocorrer vômito e diarréia.
A pele do gato também pode apresentar oleosidade excessiva, inflamação de ouvido ou queda de pelo.
Gatos tem alergia alimentar, não tanto com relação as substâncias químicas preservativas, mas aos grãos, carne e laticínios usados na sua fabricação.
A alergia à comida não aparece do dia para a noite. Ela pode demorar anos para a aparecer. Mais de 80% dos gatos com alergia alimentar ingeriu o alérgeno por mais de 2 anos.
O teste para alergia alimentar deve ser feito em gatos com qualquer sinal crônico de alergia, incluindo a Dermatite Miliar e Complexo Granuloma Eosinofílico. O teste é feito simplesmente oferecendo uma única fonte de proteína que o gato ainda não tenha comido antes.
Já existem rações hipoalergênicas, a base de ovelha, coelho e outras carnes que não são normalmente utilizadas na fabricação de ração para gatos. Após 8 semanas já se pode dizer se o animal é ou não alérgico.

Lido 1643 vezes
Entre para postar comentários